24 de agosto de 2012

O inovador Madre Mia

Tivemos um encontro super legal no Madre Mia com o Raul Garré, um dos sócios e idealizadores do lugar! Saímos de lá sem coragem de chamar o Madre apenas de restaurante, já que ele é bem mais do que isso: um restaurante que dá vontade de morar... É só entrar que você sente vontade de aprender a cozinhar, desenhar, pintar e até fazer luminárias ou de sair garimpando pelos antiquários da cidade em busca de peças bacanas para tentar deixar a nossa casa com o jeitinho descolado do Madre Mia!


Sabe como surgiu a ideia de misturar arte e culinária em um só lugar? A resposta não poderia ser mais interessante! O Raul e o Rodrigo Elste cursaram desenho industrial juntos e em pouco tempo já tinham fundado uma agencia de publicidade. Saíram de Pelotas em 2005, foram para Porto Alegre e de lá para São Paulo. Eram sócios na Cubocc, uma empresa reconhecida por fazer do ambiente de trabalho um espaço mais descontraído e criativo, foi quando bateu aquela vontade de conhecer coisas novas, de viver acima de tudo!


Voltaram para Pelotas em 2010 e decidiram viajar por vários lugares do mundo! E foi nessa viajem pela Europa, Argentina e Uruguay que o nome e o conceito nasceram. A cozinha de fusão, especialidade do Madre, consiste em misturar referências, materiais e técnicas de várias culturas e lugares, formando um prato único no final do processo. Dessa forma, tanto a culinária quanto todo os outros elementos seguem esse conceito da fusão latina!


Outros sócios e pessoas importantes foram topando fazer parte desse sonho e dessa vontade de investir de forma criativa na nossa cidade, tão rica em cultura, mas por vezes tão esquecida. Em julho deste ano, o sonho tornou-se realidade e agora todos nós podemos fazer parte dessa incrível experiência que é visitar o Madre Mia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário